Translate my page

Pesquisar neste BLOG

3 de set de 2012

Workshop setembro - Mudanças Já!


“Se as portas da percepção forem abertas,
o homem perceberá todas as
coisas tal como são, infinitas.”
Willian Blake

Ceticismo - derivado do verbo grego  sképtomai = "olhar à distância”, "examinar", "observar".

Ou seja, o ceticismo filosófico é procurar o conhecimento, não se contentando com a ignorância fornecida atualmente pelos meios públicos, por meio da dúvida.

A “verdade” é a meta da ciência limitada, pois no consenso geral a verdade não existe, apenas inúmeros pontos de vista que atendam a necessidade particular de cada ser humano.

A verdade é apenas um ponto de vista
que pode ser compartilhado

Thomas  Kuhn (1922 – 1996)  e Karl  Popper (1902 – 1994) foram dois filósofos do inicio do século XX com visões opostas sobre como funciona a natureza da ciência

A maioria dos cientistas nunca questiona o paradigma.

Popper acreditava que a única maneira para que a ciência se desenvolva seria através do progresso por meio de testes, essa teoria tornou-se o alicerce do progresso científico.

Kuhn argumentava que não é assim que a ciência deveria funcionar na prática - de acordo com Kuhn, os cientistas na realidade tendem a gastar a maior parte de seu tempo fazendo uma "limpeza" sobre o que significa produzir resultados que se encaixem com o ponto de vista estabelecido por eles próprios.

Há sempre anomalias, fenômenos que o paradigma não pode explicar ou que até mesmo o contradizem. 

Kuhn popularizou a expressão "mudança de paradigma" utilizada para descrever o evento que ocorre quando uma nova descoberta sopra ventos de outros lados.

É necessário um equilíbrio que atenda duas necessidades conflitantes sem tomar partido, mas com apenas objetivos de estuda-la, explora-la com o maior numero de ferramentas possíveis para chegar a um ajuste “confortável” a mente de quem a busca.

A expressão “ser cético” foi tomada literalmente como não crer em nada, o que novamente incorre em erro essa visão da palavra símbolo, uma vez que ceticismo já estabelece uma “crença” – a de não crer em nada.

Se nos mantemos “céticos” para tudo e não abrimos campos de pesquisa para entendermos o que estamos percebendo como uma nova ideia, dificilmente poderemos aprender algo novo que ajude a melhorar novas percepções e interconexões tão importantes entre elas.

Cientistas abandonam paradigmas velhos por um novo ou muitas vezes adotam um paradigma simplesmente porque ele é apoiado por outros com fortes reputações ou pela maioria da comunidade, mas que não trazem efetivamente mudanças sensíveis a vida de todos, apenas de poucos.

Um novo paradigma pode resolver quebra-cabeças melhor do que o antigo e que pode render aplicações mais práticas, não descartando outras ciências ou as tratando como “falsas”

Click na imagem para ampliar

Só porque a física moderna gerou computadores, leitores de CD e de energia nuclear não significa que tudo soa mais verdadeiro, em sentido absoluto, do que a física de Aristóteles. 

Sempre que temos duas pessoas interpretando os mesmos dados de maneiras diferentes – damos a isso o nome de metafísica.

Experiências diferentes – mundos diferentes

Laura Botelho e Dulce Gabiate pretendem trazer novas formas, novas estratégias mentais para que você possa ver o mesmo evento o seu cotidiano de forma diferente, apenas quebrando velhos modelos.

Quebrando paradigmas podemos dar chances para novas descobertas sobre ângulos diferentes, outros pontos de vista, objetivando e propondo com isso mudanças significativas na vida de quem quer que seja em todos ambitos – social, laboral, familiar = fato que influencia diretamente na saúde de todos como um todo.

Se você deseja mudanças já que sejam efetivas na sua vida, venha participar desse workshop. Você não será o mesmo quando sair, pois conhecimento é ruptura de velhos programas.

Sábado - 29 de setembro de 2012
Das 9h às 13h (com intervalo para um café)
Rua Barão do Flamengo, 32 cobertura – Flamengo – Rio de Janeiro.
Valor do investimento = R$50,00 (cinquenta reais)

É necessário confirmação de intenção de participar sem pagamento antecipado. A sala abriga um numero de apenas 30 pessoas.

Escreva para confirmar
laura botelho
ou
Facebook 


Workshop de laura botelho fala sobre:

Mentes - Entenda porque Mentes masculinas e Mentes femininas estão em uma eterna disputa. Entender como funcionam seus cérebros faz toda a diferença para diminuir os atritos.

Emoções - Ter consciência de suas emoções, identifica-las, administra-las na medida certa, na quantidade certa, é ter equilíbrio, consequentemente = saúde e auto cura.

Neurolinguística - aprenda a usar seu cérebro. Nesse momento é ele que está usando você. A Lei do Universo é clara: Se você não é capaz de gerir sua própria energia, sua consciência, então alguém o fará por você.

Física quântica - a Nova Física mudou a nossa vida, mas você não tem consciência disso. Novas perspectivas, novos pontos de vista, novas interpretações sobre nosso velho mundo.



E-mail para contato.

"o sentido da vida é quando o seu propósito e o meu propósito se cruzam, então estamos fora do espaço, fora do tempo e trabalhamos juntos de uma forma totalmente diferente que afeta não só a você ou a mim, mas o todo"